Hospital Regional de Guarabira registra mais de 2.000 partos em 2019

Unidade de saúde referência para 25 municípios do brejo paraibano, o Hospital Regional de Guarabira já realizou, nesses oito meses de 2019, pouco mais de 2 mil partos, com uma média de 10 nascimentos/dia. A maternidade da unidade possui 26 leitos e três obstetras de plantão diariamente para atender a demanda.
De acordo com o diretor do Hospital de Guarabira, Gilson Cândido, o estabelecimento possui triagem obstétrica para a avaliação das gestantes na chegada à unidade e para identificar os casos de urgências. “Aqui também realizamos exames de ultrassonografia obstetrícia. Fazemos uma média de 500 exames por mês, o que equivale a cerca de 4.000 ultrassons obstétricas até o momento”, pontuou.
Gilson Cândido conta também que a unidade possui o título de Hospital Amigo da Criança que é uma estratégia lançada pela Organização Mundial de Saúde e Unicef e que tem o intuito de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno no âmbito hospitalar. O estabelecimento de saúde possui um Banco de Leite que orienta sobre aleitamento materno, estimula a doação de leite humano, além de realizar coleta interna e externa. Este ano, já foram coletados 88,80ml de leite humano e durante o mês de agosto foram realizadas palestras com pacientes, acompanhantes e colaboradores, dentro da programação do Agosto Dourado da unidade.
Para a gerente executiva da Rede Hospitalar da Paraíba, Ana Helena Rodrigues, o Hospital Regional de Guarabira é uma unidade muito importante para a Rede Hospitalar da Paraíba, até porque atende toda a demanda dos municípios do Brejo. Ela afirma que, investimentos importantes serão feitos no estabelecimento para a melhoria do hospital. “Inclusive, teremos a implantação da UTI Neonatal, o que vai qualificar o serviço. Atualmente, as grávidas de alto risco precisam ir para João Pessoa para receber atendimento. Nossa proposta é justamente essa, qualificar e fortalecer a assistência hospitalar no interior do estado”, afirmou.
Em julho, a Caravana da Rede Cuidar esteve em Guarabira, capacitou profissionais da área e entregou três kits na maternidade, sendo um para hemorragia pós-parto; outro para pré-eclâmpsia e o terceiro para prematuridade.
Para Gilson, o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é fundamental para o andamento da unidade. “Estamos felizes e celebrando essas conquistas diárias. Trabalhamos com as gestantes com dedicação e de maneira humanizada. Com o apoio da SES temos a condição necessária para trabalhar e atender as demandas que chegam dos 25 municípios do Brejo. Essa é uma prova de que o SUS é forte e que o SUS tem condições de atender à nossa população”, concluiu.
Por Assessoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO